Denis Strum

DS

Como o marketing pode ajudar a movimentar o seu estoque

  • Home
  • Artigos
  • Como o marketing pode ajudar a movimentar o seu estoque
Estoque e Marketing

Como o marketing pode ajudar a movimentar o seu estoque

Denis Strum

Denis Strum

Diretor da vertical de negócios Infradigital, da Infracommerce.

O Poder do estoque no marketing

Imagine que você tem uma loja online de brinquedos e há várias bonecas Susi paradas no estoque, já há algum tempo. Além disso, no próximo mês chega um novo carregamento com uma edição especial Susi Stranger Things. Então, vem a pergunta: “como liberar espaço de armazenamento para a nova coleção?”. Pois este é o momento em que a campanha de marketing pode ser o seu trunfo. Com um pensamento estratégico, você pode limpar o estoque e ainda fazer com que o seu e-commerce chegue a novos clientes. 

O gerenciamento de estoque é parte fundamental na estratégia de marketing de muitos negócios digitais. Entender e olhar mais apurado pode fazer bastante a diferença para dobrar sua conversão.

O que é o estoque na logística?

Manter um controle eficaz do estoque é crucial para otimizar os custos operacionais, evitar situações de excesso ou falta de produtos e, acima de tudo, garantir a satisfação dos clientes. Estratégias como o Just-in-Time (JIT), que se concentra em manter os níveis de estoque no mínimo necessário, têm se mostrado eficazes nesse cenário.

Além disso, a aplicação de tecnologias de rastreamento e automação desempenha um papel fundamental na modernização da gestão de estoques na logística. Essas inovações não só melhoram a eficiência do processo, reduzindo desperdícios e custos associados ao armazenamento, mas também proporcionam uma visão mais precisa e em tempo real do estoque, permitindo uma resposta ágil às demandas do mercado.

Primeiro, mapeie os produtos que estão no estoque

Antes de mais nada, você deve fazer um levantamento de tudo o que tem no estoque. Todos os produtos que estão parados na prateleira há mais tempo. E assim, dentro desse grupo, categorizar aqueles que têm mais potencial de venda. Afinal, de nada adianta investir em itens que não são atrativos para a sua clientela. Então, muita atenção nessa etapa, já que ela pode trazer um retorno mais rápido.

Depois de priorizar esses produtos mais desejados, você vai voltar o olhar para as peças que sobraram e, acima de tudo, entender porque elas ficaram para trás. Aqui será necessária uma boa estratégia de vendas para fazer com que os produtos não sejam esquecidos de vez no centro de armazenamento. Uma das alternativas é apostar em descontos ou em cross-sell, oferecendo produtos relacionados. É,  por exemplo, oferecer um par de meias quando o cliente compra um tênis, com uma chamada do tipo “leve também”. Portanto, esse produto adicional deve ser complementar ao item principal.

Faça ações de marketing direcionadas para o público certo

Justamente por isso, você deve sempre conhecer a sua persona. Essa é a hora de segmentar o seu público para entender quais os principais desejos dele. Mais à frente, na etapa de disparar suas campanhas de marketing, essa clusterização será essencial para direcionar o conteúdo certo para o grupo certo. 

Falando em conteúdo, ele deve ser o mais chamativo possível, para dar vazão ao seu estoque. Aqui você deve usar e abusar dos gatilhos mentais e das chamadas para a ação (CTA’s). É trazer um texto com “compre agora”, “últimas peças” ou “oportunidade única”. Sendo que o principal meio desse disparo é o e-mail marketing, já que com ele você consegue separar o público e aprimorar as próximas campanhas.   

Mas também, apostar nas redes sociais, com posts patrocinados, é uma boa pedida para divulgar sua ação de queima de estoque. Inclusive porque lá você consegue atingir possíveis clientes que ainda não fazem parte da sua base.   

Então, aproveite as datas sazonais para vender produtos parados

E nada melhor do que as redes sociais para divulgar suas campanhas de marketing. Principalmente, quando essas campanhas são vinculadas às datas sazonais. Essas datas chave do comércio são uma ótima oportunidade para desengavetar produtos do estoque. Claro que essas mercadorias que serão colocadas em destaque devem “combinar” com a data se for um Dia das Mães, por exemplo. Mas, no caso da Black Friday você é livre para anunciar praticamente todas as peças disponíveis.

Já que entramos no tema Black Friday, a principal data do varejo também é um meio de liberar seu estoque para as vendas de Natal. Segundo dados da pesquisa Seasonal Insights: Black Friday 2021 promovida pelo Facebook, 36% dos consumidores antecipam as compras de Natal na Black Friday. Então, essa é a hora de investir pesado no marketing para aumentar o lucro nesse combo de fim de ano. Apenas lembre-se de estar bem abastecido em ambas as datas para não deixar seu cliente na mão.  

E não esqueça: a experiência do cliente é o mais importante 

Sim, como você já deve ter percebido, tudo no marketing digital para e-commerce deve girar em torno do consumidor. Então, você deve estar sempre em busca de estratégias que melhorem a experiência do cliente. Isso faz com que ele volte a comprar na sua loja online e que, ainda, recomende ela para outros clientes. 

 

 

——————–

Quer saber mais sobre os gatilhos mentais, leia aqui.

Quer saber mais sobre últimas tendências para ficar de olho, leia aqui.

Quer se aprondunfar mais, vale ler o artigo no Portal de Ecommerce

Categorias

Últimos artigos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *